Blog Vida Animal

  • Vida Animal

Ração para peixes. Qual escolher?

Atualizado: Abr 14

Rações para peixe não são todas iguais: algumas podem oferecer nutrientes adicionais que além de contribuírem para uma saúde melhor, também podem ocasionar outros tipos de benefícios, como uma maior beleza das escamas e cores mais acentuadas. Entre outras, separamos 3 populares tipos de rações para batermos um papo hoje. Vamos conhecer um pouco mais do universo aquarista? Continue a leitura conosco!


Ração em flocos É um dos tipos mais comuns de ração, geralmente recomendada para peixes de água doce. São rações de superfície, ou seja, elas "flutuam" por mais tempo e descem para o meio do aquário lentamente. Neste processo há peixes que preferem comer mais próximo do topo e peixes que esperam o conteúdo descer. São compostas por farinha, frutos do mar, cereais, vitaminas e complementos. Os peixes que preferem esta ração são, entre outros: Peixe betta, borboleta, tetra neon e mato-grosso.

Ração Granulada Também muito popular, as rações granuladas são compostas por suplementos, farinhas de frutos do mar, cereais e vitaminas. Por serem mais complexas, são rações que afundam mais rápido e são indicadas para peixes mais ágeis no fundo ou meio de aquário. Entre algumas, as espécies que preferem este tipo de alimento são: carpas, peixe-palhaço, limpa-vidro, tetras entre outros. Paletes Geralmente compostos por restos de animais marinhos, suplementos e cereais, são rações mais pesadas, porém indicadas para algumas espécies como: Ciclídeos, peixes-papagaio, bagres e cação. Geralmente duram mais que as outras, quando armazenadas corretamente. Mas atenção, antes de escolher a melhor opção para seu aquário, você deve conhecer e estudar a espécie do seu peixe. Assim evita comprar um tipo de alimento que seu pet não conseguirá comer, diminuindo consecutivamente a sujeira dos aquários. E depois da pesquisa? Confira as opções de rações completas no Vida Animal. Seu amiguinho vai amar!

51 visualizações